Rendeiras como índice de desenvolvimento sustentável

Maria Quitéria vende sua renda renascença na Rio+20, graças ao braço social do governo

Conheci a Quitéria Maria ontem na Praça Sociobiodiversidade da Rio+20. Ela está com um stand onde vende suas rendas renascença.

Quitéria é rendeira desde a infância, mas até hoje não conseguiu viver do ofício. Para complementar as finanças, é professora de adultos no Projeto Paulo Freire, que lhe rende mais R$ 150,00 trimestralmente.

Cooperativada, diz que só tem lucro quando vai para evento fora de Pesqueiro, cidade pernambucana onde mora. “Participo de uns quatro por ano”, conta.

Na avaliação dela, o que emperra o negócio ainda é a dependência do atravessador – que compra barato na origem e vende caro nos grandes centros.

(É incrível que ainda esteja vigente essa velha forma de exploração num país que alega ter tanto investimento social…)

Não dá pra vender pela internet? “Não, nunca dá certo”, sentencia.

Quitéria conseguiu vir ao Rio porque é beneficiada por um projeto do Ministério do Desenlvimento Agrário (aqui).

Enquanto conversava com Quitéria, andava pelo stand, admirando as peças. Como sempre faço, critiquei o preço. Escolada, Quitéria soltou o argumento de sempre: “se você soubesse o trabalho que dá…”

Sei sim. Sou fã dessas peças desde outros carnavais. Já visitei cooperativas em Pernambuco e compro sempre quando tenho dinheiro (quase nunca). São lindas, originais, obras de arte.

Para mim desenvolvimento sustentável só vai acontecer quando o trabalho de gente como Quitéria deixar de ser atendido pelo braço social do governo e virar investimento.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: